Delegação de Lagos

Notícias locais

INFORMAÇÃO DA DIRECÇÃO

 

A Delegação de Lagos da CVP

 

1. A essência da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) é o serviço humanitário de carácter voluntário. Mas, como toda a Instituição, necessita de uma organização interna que apoie e desenvolva esse serviço humanitário.

Assim, se constituíram Delegações ao longo do País com essa missão. Assim, nasceu em Lagos um núcleo da CVP que é a Delegação de Lagos da CVP.

Cabe, estatutariamente, à Direcção encontrar os melhores meios de gestão para manter a sustentabilidade da Delegação, seja, através de um quadro de colaboradores motivados e coesos, seja, através de meios adequados às funções e missões da Delegação.

2. A Delegação de Lagos da CVP tem o seu serviço humanitário apoiado num quadro de colaboradores contratados e numa estrutura de voluntários. 

Em relação ao seu quadro de colaboradores remunerados, a Direcção orienta-se por uma organização motivada, com forte coesão interna.

Para isso, no seu método de gestão, a actual Direcção privilegia as reuniões periódicas com os seus colaboradores e voluntários.

A diversidade de serviços da Delegação – área administrativa, sector psicossocial e função de emergência (que inclui o transporte de doentes e serviços de apoio) - obriga a este esforço colectivo.

Recentemente, a Direcção realizou uma reunião geral no Domingo de 23 de Julho último.

À reunião assistiu a totalidade dos colaboradores.

3. Algumas vezes, após estas reuniões, sobretudo, quando são realizadas em dias de descanso, a Direcção promove um jantar de convívio, como aconteceu no referido Domingo. A seguir à reunião, houve o convívio da hora do jantar. O espírito é sempre o mesmo: a motivação e a coesão do grupo.

4. Nas suas relações institucionais, a Delegação de Lagos da CVP celebrou com a Câmara Municipal (CM) dois Protocolos de serviços municipais e psicossociais. Em contrapartida, a CM retribui os serviços prestados: não há subsídios municipais, mas, subsídios e pagamentos de serviços prestados de acordo com os referidos Protocolos.

Por razões institucionais, a Direcção da Delegação convida representantes da CM para alguns dos seus acontecimentos internos. Por parte da Direcção da Delegação da CVP há um reafirmar claro que as relações institucionais entre a CVP e a CM serão sempre para melhorar e reforçar.

5. Em relação às receitas da Delegação, sem as quais não há sustentabilidade da Delegação, todas as receitas são fruto directo do trabalho dos seus colaboradores: não há apoios nacionais ou institucionais, nem subsídios políticos.

Circunstancialmente, há beneméritos donativos que ajudam às receitas da Delegação.

Para que haja receitas que sustentam a Delegação, há, sim, por parte dos colaboradores e voluntários da CVP de Lagos, esforço, humanidade, cansaço, partidas às três da manhã para o IPO e regressos ao fim da noite e circulação contínua no transporte de doentes; há, enfim, tudo o que os Princípios Fundamentais da CVP exigem de quem usa os símbolos da CVP.

6. Tem sido, pois, em resultado do trabalho de todos os colaboradores da Delegação - quadro de pessoal e voluntários -, que se tem conseguido aumentar a frota de ambulâncias, aumentar o quadro de pessoal e melhorar o apoio interno e externo aos membros da nossa Comunidade.

Até esta data, todos os equipamentos e viaturas da Delegação foram adquiridos com as receitas do trabalho da Delegação, apoiados alguns em financiamento bancário que estamos a pagar.

7. Assim, com a gestão da Direcção e o trabalho de colaboradores e voluntários, a acção humanitária da Delegação da CVP vêm-se tornando cada vez mais visível e requisitada.

Para corresponder a esta nova realidade, a Delegação necessita de mais voluntários, de mais tripulantes de ambulância, de mais meios de transporte. Todos os dias temos a dolorosa missão de dizer não a doentes que escolheram a CVP para se deslocar aos hospitais.

O caminho seguido para o crescimento da CVP em Lagos tem sido o profissionalismo e o humanismo dos seus colaboradores e voluntários. Quem quiser aderir a este caminho e trabalhar connosco, a porta está aberta.

Sejam bem-vindos!

José Alberto Baptista

assi

Presidente da Delegação de Lagos da CVP 

Lagos, 31 de Julho de 2017

150